Mai

26

Heathrow Connect

por Ricardo Cruz
Signage on Heathrow Central railway station (Heathrow Express/Connect) London-bound platform

Image via Wikipedia

Um terminal atarefado e dois tugas com malas pesadas como dois rinocerontes. Ainda sem perceber bem onde estávamos, lê-mos a sinalética e descobrimos o terminal de comboio que nos levará até à estação de metro de Ealing Broadway, no final da linha vermelha. Ainda atravessámos dois campos de futebol antes de encontrar o elevador que nos baixa ao terminal do Heathrow connect e do Heathrow express, dois dos serviços com a responsabilidade de transportar 11% dos cerca de 67 milhões de cabeças que passam todos os anos pelos 5 terminais mais congestionados em todo o mundo.

Tudo é intuitivo e caro mas rapidamente estamos a caminho de Ealing Broadway. O destino, não é esse, mas sim Kensington (Olympia), na linha verde, a district line. Chegados a Ealing, problema 1, é preciso sair e entrar da estação para comprar o bilhete que nos dá o direito de viajar no Tube. A Cláudia vai procurar e eu fico com as malas. Ironia dirão alguns, mas ao erguer os olhos, através da janela do metro que espera sinal de partida, leio;

Our capital is the only one in Europe, where the sun sets over the sea

Frase patrocinada por uma da nossas maiores embaixadoras, Mariza a voz do fado! E logo os meus olhos se abriram ao sentir qual familiar rosto, fitar-me.

Subimos para as carruagens e a primeira de muitas viagens no Tube começa. Em pouco tempo, não sei bem dizer quanto, chegamos a Earl’s Court, estação onde temos de mudar pela última vez antes de Kensington Olympia. Hesitámos por momentos, não percebemos qual das quatro plataformas nos serviria. Alguém com um inglês pior que o nosso nos tenta ajudar, e por igual acaso, sabe menos, mas em simpatia ganha 15 a 0 ao normal dos lisboetas. Questiono um polícia, e ele mesmo tem dúvidas, é melhor perguntar a um assistente. Finalmente encontrámos e a Cláudia descobre finalmente qual a plataforma, a 4. Subimos elevador, descemos elevador duvidoso que range, e esperamos pela composição que nos vai levar ao destino.

Passa já das 19:00, quando chegamos ao terminal de Kensington Olympia, até ao hotel são mais 500 metros, medidos no Google Earth. :) Parecem o dobro mas lá os fazemos, não sem antes a Cláudia me perguntar por 5 vezes se tenho a certeza de que é para ali ehehe

2 Respostas para “Heathrow Connect”

  1. nokas Diz:

    Meu Deus!! Tanta coisa em tão pouco tempo!! :) Fico tão contente por estar tudooooo bem!! Apesar de qualquer contratempo acredito que vai tudo correr pelo melhor!:D
    Podes não acreditar, mas ao ler tudo isto, fiquei mesmo arrepiada! Gosteiiiii! Como já tinhamos falado naquele belo café tardio, quando for crescidita Londres será um destino e um sonho a concretizar!! :) Agora despertaste-me ainda mais toda essa curiosidade! :’)
    Beijinhooooos!!

  2. Ricardo Diz:

    É a minha missão! =)

Responder